Geopolítica da intervenção, o novo livro de Fernando Augusto Fernandes, conta a verdadeira história da Lava Jato

Geopolítica da intervenção: A verdadeira história da Lava Jato

A Operação Lava Jato desvendou um grande esquema de corrupção, ajudou a recuperar bilhões em dinheiro desviado dos cofres públicos e aplicou penas severas aos autores desses crimes. Por trás do encantamento que produziu na sociedade, sempre houve rumores a respeito das reais motivações dos investigadores, especialmente sobre um suposto conluio entre o governo americano e a Lava Jato.

No livro Geopolítica da intervenção: A verdadeira história da Lava Jato, Fernando Augusto Fernandes rejeitou as especulações e foi atrás de fatos e provas para contar essa história, sob sua ótica privilegiada, de quem viveu alguns de seus episódios decisivos como advogado. O livro apresenta um relato objetivo, ilustrado com vários documentos e passagens que mostram com clareza os interesses ocultos dos Estados Unidos na Lava Jato.

Não se trata de uma história colhida na superfície, mas sim de um trabalho de fundo, para localizar e encaixar as peças de um quebra-cabeças que retrata um Brasil emergente como liderança regional, os cobiçados poços de petróleo do pré-sal e o ataque a um dos líderes de esquerda mais populares e bem avaliados da história do país, em meio a ligações familiares e religiosas que vão sustentar as controvertidas ações do Judiciário. A obra está disponível na Amazon em versão e-book e física.

Fernando Augusto Fernandes é advogado, cientista político e fundador da Fernando Fernandes Advogados. Nos anos 1990 desvendou os arquivos sonoros dos julgamentos de presos políticos da década de 1970. Vinte anos depois, por meio de dois julgamentos, o Supremo Tribunal Federal reabriu os arquivos e os tornou públicos. Com os arquivos, lançou sua tese de mestrado: “Voz Humana – A Defesa Perante os Tribunais da República” e de doutorado: “Poder e Saber – Campo Jurídico e Ideologia“. Como advogado, atuou em causas de grande repercussão nos tribunais superiores, criando jurisprudência, súmulas e precedentes extraordinários. Foi defensor – vitorioso – do presidente do Instituto Lula e redator e signatário do habeas corpus pelo qual obteve a decisão de soltar Lula em 2018, no TRF-RS, assim como da reclamação no STF que permitiu a toda a imprensa entrevistá-lo.

Para adquirir o livro clique aqui.

2 Comments

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhar

Copiar link

Copiar